top of page

5 flores de primavera a cultivar já

Enchem os vasos, os maciços, os canteiros e até, nalguns casos, os campos de cores e de aromas que contrastam com as tonalidades mais fortes e exuberantes que apresentam. A estação que marca o regresso das andorinhas é pródiga em variedades botânicas que merecem um lugar no jardim.



A primavera não é só uma das estações do ano mais esperadas. É também uma das mais perfumadas e coloridas. As flores que florescem nesta época de renovação marcam o fim dos dias menos alegres no jardim. Existem muitas espécies e variedades botânicas por onde escolher mas, com a nossa seleção, vai certamente dar nova vida aos seus espaços verdes, que a partir de março começam a ficar repletos de cor. Estas são algumas plantas fáceis que deve plantar para pincelar o jardim de tons quentes nesta época do ano.


1. Tulipa


A tulipa (na imagem) é uma das bolbosas mais conhecidas em todo o mundo. Das amarelas às vermelhas, passando pelas bicolores, a sua palete de cores é extensa, tornando estas flores um verdadeiro encanto na primavera. Podem ser plantadas sozinhas em floreiras de janelas ou vasos. Originárias da Turquia, foram levadas para os Países Baixos no século XVI. A época de plantação tem lugar no outono e a da floração no inverno e na primavera. Regue-as apenas quando o solo está seco.


2. Narciso


Esta planta, outra das flores muito comuns na estação que marca o regresso das andorinhas, floresce entre março e abril e as suas flores são, por norma, amarelas, apesar de também poderem ser brancas e bicolores. Plante os bolbos no outono, regue-os na primavera e adube-os com composto na fase inicial de desenvolvimento para estimular a sua germinação. O solo em que são cultivados não deve reter água, mas deve ser húmido e rico em nutrientes. Deve também oscilar entre o neutro e o ácido.


3. Coroa-imperial


A Fritillaria imperialis, mais conhecida como coroa-imperial, floresce em abril. As suas flores são amarelas, alaranjadas ou encarnadas, de acordo com a variedade. Muito atrativas e decorativas, inundam canteiros em todo o mundo. Os bolbos desta planta devem ser plantados em setembro. Adube-a na primavera e corte os caules sem flores por cima das primeiras folhas do pedúnculo. Retire as folhas quando estiverem amareladas para garantir um desenvolvimento mais saudável.


4. Galanto


O período que decorre entre fevereiro e abril é a época de floração do Galanthus nivalis, mais conhecido em território nacional como galanto. Esta espécie botânica tem flores brancas com pontinhas verdes nas pétalas interiores e um aroma inconfundível. Os bolbos devem ser plantados no outono, em grupos separados. Mais tarde, formam-se por si só grupos maiores. Esta planta não tolera solos secos e arenosos. O solo deve ser fresco e húmido na primavera mas sempre sem exageros de água.


5. Aquilégia


A Aquilegia vulgaris, como os cientistas a batizaram, floresce habitualmente entre maio e junho, apesar de haverem exemplares que dão um ar da sua graça mais cedo. As flores da aquilégia são, muitas vezes, de um azul violeta mas também há híbridos em branco, amarelo, rosa e encarnado. O solo deve ser rico em húmus, solto e fresco. Desbaste as plântulas espontâneas, regue em caso de necessidade. Combine-a com plantas lenhosas e/ou vivazes em jardins com aspeto rústico.

コメント


bottom of page